Mantenha seu cérebro jovem

A partir dos 30 anos o fluxo sanguíneo para o cérebro comeca a diminuir fazendo com que tarefas corriqueiras e habituais fiquem mais desafiadoras. Por exemplo, lembrar onde colocou a chave do carro pode levar mais tempo do que o comum. Mas não se assuste uma vez que este declínio para certas atividades não implica em diminuição de sua capacidade intelectual e emocional. Nesta fase o cérebro continua a crescer e a se desenvolver porem de formas diferentes das fases anteriores. Por isso, assim como devemos nos exercitar para deter o declinio fisico o mesmo deve ser feito com o intuito de preservar nossa capacidade intelectual. A boa notícia e que tudo o que é bom para o corpo faz bem também para o nosso sistema nervoso. Ou seja, hábitos saudáveis como a prática regular de exercício moderado e dieta balanceada melhoram a função mental.O cérebro requer uma continua fonte de energia que vem dos alimentos que consumimos. Por isso, comece seu dia com um café da manha nutritivo e mantenha um cardápio saudável nas demais refeições. Vegetais verde-escuros, frutas e óleos de boa qualidade melhoram a memória e previnem a demência senil. Estes alimentos são ricos em folato, vitaminas antioxidantes e ácidos graxos essenciais que conferem proteção ao nosso sistema nervoso.Outra estratégia fundamental e manter sua pressão arterial em níveis ideais e seus níveis de colesterol baixos afim de diminuir o risco de doenças cardiovasculares e derrames. Neste sentido a atividade física representa um coadjuvante importantíssimo uma vez que não só controla a pressão mas também auxilia o corpo a melhor entregar oxigênio ao cérebro. Exercícios específicos para manter seu cérebro jovem incluem também aprender novas atividades. Desafie seu cérebro com testes de memória, leitura, cruzadinhas etc. Além disso, siga as recomendações abaixo:- beba com moderação já que o álcool pode causar danos a vários sistemas, incluindo o cérebro; - esqueça o cigarro já que este aumenta o risco de infartos, derrames, câncer, enfisema e bronquite; - mantenha um peso saudável. A obesidade esta ligada ao desenvolvimento de demência em idosos; - reduza o estresse. Os hormônios que seu corpo secreta quando você esta estressado prejudicam o cérebro, afetam a memória e também a capacidade de aprendizado; - proteja sua cabeça. Impactos físicos nesta região também afetam a função cerebral.

Se mesmo fazendo tudo certinho você ainda encontra dificuldade em encontrar sua chave, pode ser que o problema seja a falta de atenção nestas atividades tão corriqueiras. Para resolver este problema adote uma ou mais estratégias:

- tenha um lugar certo para cada coisa. Por exemplo as chaves sempre em sua escrivaninha; - anote seus compromissos na agenda; - desenvolva rotinas. Tome seus remédios sempre no mesmo horário; - preste atenção no que estiver fazendo. Se estiver aprendendo algo novo, limite as distrações, desligue a TV e o radio e concentre-se; - caso ache que sua memória esta falhando demais procure a ajuda de um neurologista para avaliação.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar este blog.
In