Corridas longas

As corridas longas exigem muito do organismo. Além do treino a alimentação é vital para conseguir terminar o percurso. Por isso o corpo deve estar abastecido de carboidratos e hidratado. Além disso, durante corridas longas pode ser necessário que você ingira mais carboidratos para prevenir a depleção do glicogênio muscular e ingira líquidos a fim de prevenir a desidratação. Durante a corrida de longa duração, além do carboidrato, o corpo passa a utilizar a gordura como fonte de energia. Porém esta é menos eficiente que o carboidrato e por isso você acabará diminuindo o ritmo caso precise utilizar mais lipídio do que glicogênio. Quanto mais carboidratos você consumir antes da corrida mais glicogênio (carboidrato de reserva) conseguirá armazenar, melhorando então sua performance.Para isso, é necessário que pelo menos três dias antes da corrida você diminua seu treinamento para poupar energia e priorize os carboidratos em todas as suas refeições. Não se assuste se ganhar peso neste período, já que o corpo armazena 2,6 gramas de água para cada grama de glicogênio. A água armazenada na verdade ajudará a prevenir desidratação durante a corrida.Além disso nos dois dias anteriiores à corrida você precisará beber mais líquidos. Evite bebidas diúreticos contendo cafeína, como café, chá e refrigerante tipo cola, além, é claro, de bebidas alcoólicas. Além disso, durante a corrida ingira cerca de 150 ml de líquidos a cada 20 minutos. Corridas longas exigem também a reposição de glicose, e neste caso os isotônicos são uma boa pedida (veja postagem do dia 29/11/05). Abraços e boa corrida!

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar este blog.